SECRETARIA DE ESTADO DE TRABALHO E DESENVOLVIMENTO SOCIAL DE MG TOMA CIÊNCIA DO PROJETO ELO SOCIAL

Atualizado: 30 de Out de 2019


Elizabeth Jucáte Mello Jacometti, Secretária de Estado de Trabalho e de Desenvolvimento Social, toma ciência de Oficio nº 186/19 – GP – CESB – Confederação do Elo Social Brasil, através de seu oficio GAB.SEC nº 007/2019 datado de 11 de janeiro de 2019, aonde independente da conclusão que tenha tirado, tomou conhecimento da implantação em todos os estados de Minas Gerais do Sistema INER de Resíduos Sólidos e do Projeto “Lixo Zero Social 10”.

Leia Oficio na integra acessando o link a seguir:

https://static.wixstatic.com/ugd/0ddd3a_52765128a06446038ba277ebcc1984bc.pdf

O sistema sem qual verba governamental e através de uma verdadeira mudança de paradigma resolverá 100% da problemática do lixo no estado, além de acabar com a escravidão imposta aos catadores e construirá e entregará um prédio do Social do Cidadão www.socialdocidadao.org.br a cada 100.000 ou 200.000 mil habitantes minimizando assim a problemática social.

A ciência a secretaria foi dada logo no primeiro dia útil após ser empossada no cargo através da força tarefa https://www.elosocial.org.br/post/diretora-social-nacional-cria-for%C3%A7a-tarefa o que fora determinado pela Diretora Social Nacional do Elo Social Senhora Cida Gracietti.

No Estado de Minas Gerais como em todos os Estados do Brasil o Elo Social já possui seu quadro de diretores estaduais, seccionais e regionais, treinados e empossados conforme se pode constatar pelo link a seguir: https://www.elosocialmg.org/diretoria

Na verdade, a responsabilidade para com a destinação do lixo cabe as prefeituras o que deve ser feito através da fiscalização do estado, porem Lixo é dinheiro, emprego, saúde e responsabilidade social e em tudo isto o Estado está na obrigação constitucional de zelar.

Uma das coisas mais importantes do Programa “Lixo Zero Social 10”, atem-se ao fato de que para sua implantação não faz uso de nenhuma verba pública e ainda além de gerar emprego que é a maior obra social do mundo, acabar com a escravidão dos catadores, tem gera o equivalente a 25% de energia elétrica limpa para o estado.

Continuamos no aguardo do agendamento da audiência com o excelentíssimo senhor governador para melhor explanarmos o nosso projeto e certamente ter o seu apoio em sua implantação.

Lembrando também que as demais autoridades de mesma forma que o Governador também foram cientificadas o que nos deixa bastante à vontade para prosseguirmos em nossa implantação que no momento está se realizando através dos cursos vivenciais nas escolas e para os catadores de lixo, melhorando assim o conhecimento dos mesmos e melhor preparando-os para os desafios da nova profissão que pretendemos forma-los que é a de tapeceiro, restaurador de moveis e decorados. https://www.socialdocidadao.org.br/objetivos-e-justificativas

Para que tudo dê certo necessário se faz o trabalho desenvolvido pela COOPERINER, www.cooperiner.org.br/pa que já iniciou, através dos cadastros que devem estar sendo feitos pelas prefeituras dos catadores de lixo.

Aqueles que não forem aprovados no curso de tapeçaria, restauração de móveis e decoração, serão automaticamente encaminhados para as usinas do Sistema INER de resíduos sólidos para exercerem a função de selecionadores de riquezas como funcionários registrados em regime de CLT www.grupoiner.com.br

33 visualizações2 comentários

Diretoria de Implantação de Projeto:

Rua Cecília Bonilha nº 145, São Paulo - Capital - (Sede Própria) Telefone: +55 (11) 3991-9919 Todos os Direitos Reservados​ © 2018

"Movimento Passando o Brasil a Limpo"